Ricardo Dias Felner

É jornalista e escritor, tem 44 anos. Ricardo Dias Felner é “o homem que comia tudo”, apresenta-se no seu blogue como “um adulto com o estranho hábito de levar tudo à boca”, e é aí que se dá a conhecer melhor na sua relação com a gastronomia. “A comida não é só alimento. É química e física, amor e arte, humor e literatura (…)”.

Trabalhou na revista Sábado, no jornal Público e foi diretor das revistas Time Out Lisboa e Time Out Porto. O seu trabalho foi sendo premiado desde cedo, o Clube de Jornalistas reconheceu-o como Jornalista Revelação em 2003, recebeu o Prémio do Alto-Comissariado para a Imigração e o Prémio Literário Orlando Gonçalves.

É autor dos livros “Voltar a Ser Médico”, “Vencer Cá Fora” e “Herói no Vermelho”, “O Homem que Comia Tudo”  e tem mais uns quantos em mente, todos sobre gastronomia.

Ricardo foi curador e moderador na primeira edição do Melting, em 2019, e colabora com o EGGAS com Entrevista, Reportagem e Crítica de Take Away em Lisboa, faz também coordenação e edição.