Inicio Reportagem

Reportagem

Não é ibérico, nem é preto. É alentejano. E está a desaparecer.

Muita gente acha que é tudo o mesmo, mas há diferenças na carne destes porcos. Viagem ao montado pela mão de um suinicultor exemplar, um dos 70 que lutam contra o extermínio da raça alentejana.

Em Busca do Allorio Perdido

Um arroz ancestral português, em risco de desaparecimento, faz parte do imaginário dos mais antigos. Fomos à sua procura, nos arrozais do Vale do Mondego, e demo-lo a cozinhar a um mestre do ofício. Entro na Tasca da Esquina com um saquinho na mão, descaracterizado, só com um papelinho agrafado, onde se pode ler: “Allorio”.

Na “cozinha” da Conserveira do Arade

Conserveira do Arade. Perto de Portimão, nasceu uma conserveira que recupera uma tradição em risco de se perder no Sotavento Algarvio.

Perderam-se dois gestores, ganharam-se dois moleiros

A Moagem Carlos Valente ainda labora ao fim de mais de dois séculos. À sua frente estão dois jovens com formação universitária que abdicaram de uma carreira na gestão hoteleira e que são agora os moleiros de serviço.

Quando Hans “da Gama” dobrou o Cabo das Tormentas

Nunca um menu de restaurante Michelin, em Portugal, terá sido tão ousado no seu compromisso com a cultura nacional. No restaurante Ocean, com duas estrelas, o chef Hans Neuner vestiu a pele de Vasco da Gama, passou por África e pela Índia, e voltou cheio de especiarias e umami. No regresso, deixou-nos entrar na sua nau, para a última etapa, numa jornada que começou às 11h00 e só acabou depois da meia-noite. 

O que se produzia e o que se comia numa aldeia agora sem gente

As vinhas também eram importantes para a vida na aldeia, sendo as videiras tintas mais numerosas do que as brancas. As vindimas faziam-se no final de Setembro ou início de Outubro. Depois de apanhadas, as uvas eram colocadas no lagar e pisadas com os pés. (...)

O Ano do Garum

E de repente a alta cozinha mundial parece ter descoberto o seu molho predilecto. É feito de peixe em decomposição e a sua maior unidade de produção laborou em Tróia — há 15 séculos. Os chefs portugueses conhecem-no bem, mas foi o Noma, há umas semanas, quem lhe deu palco. E o deturpou. 

Arroz de Salreu, uma história de resistência

(...) E ali estamos nós – nós, um grupo de curiosos sobre a produção de arroz – nos campos de Salreu a assistir, e nalguns casos mesmo a participar, com quase metade do corpo de molho, a uma sementeira deste cereal que, haja imaginação e engenho, usamos para tudo e mais alguma coisa.

Um Tubarão na Quinta de São José

A família por trás da marca Vale da Capucha está habituada a abrir as portas para provas de vinhos. Desta vez, todavia, quem brilhou foi um petisco raro: caneja de infundice.  

Ó Balcão: por este rio acima

Se há cidade que tem apostado na gastronomia é Santarém. À frente do barco, um homem navega no lodo do Tejo e traz de lá uma cozinha única. Chama-se Rodrigo Castelo. 

Receitas