Inicio Entrevista

Entrevista

“O meu pai dizia-me: ‘Tens de conhecer o Escoffier de cor’”

Aos 32 anos, Aurora Goy viu a pandemia suspender o seu restaurante Apego, no Porto, quando ele estava num dos seus melhores momentos. Mas isso não a fez desistir do projecto, um dos mais singulares da cidade.

“Não vou condicionar o Euskalduna para ter uma estrela”

Para além de se ocupar com a reabertura do Euskalduna, o seu fine dining, Vasco Coelho Santos prepara-se para abrir uma padaria, uma peixaria e um conceito que junta garrafeira, bar e clube privado. Com ou sem estrela Michelin.

“Falta identidade aos chefs de cozinha portugueses”

Numa conversa por Zoom a partir de sua casa, falou de tudo com uma transparência e frontalidade raras. As agressões no início da sua carreira. A competição com Henrique Sá Pessoa. A discussão com Lili Caneças. E o que é preciso para se conseguir uma estrela Michelin. 

“Houve um salto gritante dos nossos restaurantes”

A pandemia deixou-o preocupado, mas foi também pretexto para olhar mais para a frente. No horizonte não está um restaurante seu, até porque não gosta da ideia de ser chef e proprietário. Mas para lá do horizonte pode estar um projecto original, fora de Lisboa, que não será bem um restaurante.

Receitas