Inicio Entrevista

Entrevista

Álvaro Martinho, o Botanista do Douro

O director agrícola da Quinta das Carvalhas é um apaixonado pelas plantas do Douro. O seu desígnio é engarrafar a natureza do Cima Corgo.

Nuno Castro, o Chef Grafitter

O homem que pôs a cozinha vegetariana no mapa do fine dining nacional trocou as latas de tinta pelas facas. Ou então, não. Ricardo Dias Felner foi jantar ao Fava Tonka e saiu de lá com três horas de lições de vida.  

Frigo de Alana Mostachio

Na família de Alana Mostachio, a comida sempre foi o motivo da festa. Dessa forma não é de estranhar que, depois do curso de nutrição, tenha decidido abandonar a profissão e seguir uma carreira na gastronomia. Natural do Paraná, no Brasil, chegou a Portugal em 2015. Passou por vários restaurantes, até que em 2019 fez um curso de fermentação e de aperfeiçoamento de técnicas no Basque Culinary Center, em San Sebastián.

“Somos atlânticos por posição e mediterrânicos por cultura”

Foi lá que fomos encontrar a autora de “Algarve Mediterrânico: Tradição, Produtos e Cozinha”. E é lá que Maria Manuel Valagão está a acabar de organizar o seu novo livro, com foco nas plantas silvestres alimentares. 

Os três meses mais loucos da vida dele

Nasceu-lhe um filho, ganhou uma medalha de bronze e inscreveu duas estrelas Michelin na jaqueta, enquanto chef do restaurante Herdade do Esporão. Desde Novembro, que a vida de Carlos de Albuquerque só lhe dá coisas saborosas.  

“O Masterchef ajudou a que as pessoas se deslocassem até Bragança”

O chef que trouxe a pronúncia de Trás-os-Montes para o programa Masterchef está de regresso ao seu restaurante, o G Pousada, em Bragança. Foi desde lá que falou com o Eggas, entre experiências de pratos para entrar no novo menu e a recuperação da Covid. A estrear na nova carta estará um capão em pote de ferro, mas a ideia é a mesma de sempre: dar ênfase à excelência do produto transmontano. 

“Portugal deve ter nascido com boca gulosa”

Em semana de festas, fomos pedir explicações com o gastrónomo e historiador da alimentação Virgílio Nogueiro Gomes, que lançou este ano o livro “À Portuguesa”. Apanhámo-lo no Brasil, onde costuma ir passar o Natal.

“Estamos a fazer tudo para chegarmos à estrela”

Em Portugal, Alejandro começou por ter uma empresa de importação de vinhos franceses, mas acabou por não resistir a regressar à restauração, depois de um convite do chef João Ricardo Alves, do Arkhe, para se juntar ao projecto como sócio e gerente, pouco antes da pandemia começar.

“O meu conselho é que sejam como uma esponja… seca.”

Ricardo Komori. A maioria dos fãs de cozinha japonesa conheceu-o no restaurante Bonsai, em Lisboa. Sempre foi muito discreto e sereno, preferindo comunicar através da comida que servia, absolutamente irrepreensível.

“Todos temos um pouco de padeiro dentro de nós”

(...) o antigo espaço do Semea tem servido de pop up de pequenos-almoços e brunchs, mas também de laboratório para aquilo que Gil Fortuna, chefe da padaria, irá fazer dentro de uns meses. Esta entrevista antecipa o que lá poderá encontrar. O segredo está na massa, na massa-mãe. 

Receitas