Inicio Convidados Manuel Cardoso

Manuel Cardoso

Porto: A Um Vinho Desconhecido

Como se fosse um ciclo de eterno retorno, o Douro vê-se a braços com períodos de excesso de vinho. Seja por falta de escoamento, seja por excesso de produção – ou por ambas as ocorrências. Este ano de 2024 parece ser um desses. Mesmo que a vindima venha a ser dentro da média, os armazéns estão cheios, as vendas estão a cair e mesmo que haja a diligência dum fidalgo aprendiz, haverá caves que se arriscarão a ficar inundadas.

Abelhas e Mel

Quer ter uma atitude ecologista, a favor da biodiversidade, da sustentabilidade ambiental e da qualidade de vida no interior de Portugal? Compre e consuma mel português. Habitualmente. Para pôr no pão, para receitas de culinária, para o chá.

Mensagem numa garrafa

O Director Geral do Serviço de Patentes de França, tendo havido uns dias em que não entrara nenhum expediente nem requerimento inovador, demitiu-se, porque, pensou, tudo já tinha sido inventado e nada mais haveria para inventar e o seu cargo deixava, assim, de fazer sentido.

O Porto e o Douro

O Douro e, em especial, o vinho do Porto, irão atravessar uma crise a curto prazo, sem precedentes neste século, a menos que sejam tomadas medidas de grande alcance nos tempos mais próximos: o Porto, a cidade do Porto e toda a área metropolitana do Porto e Gaia, têm de melhorar a atitude perante os vinhos da Região Demarcada do Douro.

Vinhos de Trás-os-Montes

A região de Portugal em que os vinhos são mais originais, mais diferentes entre si e capazes das maiores surpresas é, sem dúvida, Trás-os-Montes. Foi-o desde sempre, a avaliar pelo que há escrito, entre outros, por Júlio Máximo de Oliveira Pimentel, Visconde de Villa Maior, no século XIX, nos seus Preliminares de Ampelographia e Oenologia do Paiz Vinhateiro do Douro e, antes dele, pelo que era o fluir das pipas que, pela Foz do Sabor e pela Foz do Tua, nos barcos rabelos ou nas almadias de cortiça, desciam a caminho dos compradores e exportadores da Régua e do Porto, movimento este a que foi posto cobro pela instituição da demarcação duriense.

A Maria Rita

O restaurante Maria Rita abriu ao público em 12 de Maio de 1966. Se tivesse um balcão a servir bebidas, seria um autêntico pub inglês, mas mesmo assim respira-se nesse ambiente cosy...

Ir para o Convento

Todos nós temos os nossos locais predilectos, que nos ficam para toda a vida, mesmo que só possamos ter estado neles uma ou raras vezes!

As sete diferenças do planalto de Carrazeda

Há dias conversei sobre saudades com o António Manuel Barbosa, numa esplanada nas bombas de gasolina de Carrazeda de Ansiães, e, se não fosse estarmos a uma hora demasiado matutina, não nos teríamos despedido sem fazermos saúdes com o seu ímpar Trovisco, das Areias, o vinho que há décadas é a bandeira dos Vinhos de Trás-os-Montes neste planalto singular do Alto Douro.

Papéis estupendos e deliciosos

“Rosquilhas de aguardente – Um arrátel de assucar, 20 ovos tiram-se-lhe dez claras tudo vem batido até que a massa esteja vem grossa depois deita-se na masseira deitando-se-lhe um quarteirão de aguardente para lavar o tacho e ao amassar deita-se-lhe meio arrátel de manteiga de porco mas que seja vem quente”.

Iogurte grego numa receita francesa comida no Minho

Se num dia de muito calor acontecer passarmos diante dum escaparate com boiões grandes de iogurte grego, devemos comprar pelo menos um e ainda um limão, três pepinos e hortelã de bom perfume (que seja suficiente para enchermos, a mais do que a trasbordar, uma chávena de chá com as folhas cortadas à tesoura).

Receitas