Inicio Convidados António Tavares

António Tavares

A mesa da campanha

Estamos já a viver a campanha eleitoral para o próximo 10 de março e será natural que a mesma tenha um forte acento na chamada mesa do orçamento de Estado. 

A chegada dos Reis Magos

Esperemos que não seja só o tempo do famoso prato que engloba o bacalhau a pataco como se dizia na I República.  Agora, será o tempo de tudo ser possível para manter as contas certas, investir na escola pública e no SNS, assegurando a segurança social para todos.

O Pai Natal na mesa da política?

A véspera de Natal é um dos momentos mais inspiradores para a nossa culinária. Todos sabemos que desde o bacalhau até ao polvo, conforme a região do país, terminando nos bolos conventuais e típicos da época, estamos perante um dos momentos mais nobres do ano.

A Mesa do Orçamento

Utilizamos com frequência esta expressão que pretende indiciar que existe um conjunto de cidadãos que se sentam na mesa do orçamento e, desse modo, conseguem definir as regras do jogo de utilização do dinheiro dos contribuintes.

O congresso dos “cozinheiros”

Na ação política, muitas vezes nos chamados congressos partidários, podemos encontrar várias afinidades entre a gestão de um líder partidário e a preparação de um chefe de cozinha gourmet.

O almoço de trabalho

Ultimamente, ouvimos falar com frequência dos custos de almoços de trabalho que, muitas vezes, são imputados aos contribuintes, por quem tem responsabilidades públicas.

O banquete de Estado

A mesa e a alimentação estiveram sempre na preocupação política dos responsáveis. Quem não se lembra, logo no início da Revolução Francesa (1789) da sugestão de Maria Antonieta de, à falta de pão, dar brioches aos sans-culottes.

À Mesa com os Filósofos (2)

Esta é a segunda parte do nosso artigo “À Mesa com os Filósofos”. Pretendemos trazer para este debate a sempre interessante relação entre a gastronomia e a sua interação com o que pensaram alguns dos mais importantes filósofos apoiando-nos para tal no livro de Normand Baillargeon  com o mesmo  título.

À mesa com os filósofos (1)

Na sua “Antropologia de um Ponto de Vista Pragmático”, Kant escreve ser “ desejável que não se coma sozinho”. “As refeições que se tomam na companhia de outras pessoas são uma manifestação da nossa verdadeira humanidade requintada”.

Receitas