Ricardo Dias Felner

No balcão dos Onishi

O homem que em tempos encantou os clientes do Ichiban, na Foz, mudou-se para trás de um balcão em Matosinhos, onde serve, só com a mulher e a filha, a carta tradicional das izsakayas japonesas — e o que lhe apetecer. 

“Sempre tive uma relação de amor-ódio com a alta cozinha”

É um dos chefs mais proeminentes da nova vaga de cozinheiros que pôs a Andaluzia no centro da cozinha contemporânea mundial. Eduardo Pérez, nomeado para chef revelação no Madrid Fusión, andou por alguns campeões do fine dining do País Basco, como o Mugaritz e Arzak,...

Não é ibérico, nem é preto. É alentejano. E está a desaparecer.

Muita gente acha que é tudo o mesmo, mas há diferenças na carne destes porcos. Viagem ao montado pela mão de um suinicultor exemplar, um dos 70 que lutam contra o extermínio da raça alentejana.

Rodrigo Castelo quer salvar os peixes do Tejo. Como? Cozinhando-os.

O restaurante Ó Balcão está cada vez mais saboroso, mas tem também uma nova missão: salvar os peixes de rio. Ricardo Dias Felner embarcou no Tejo e desembarcou em Santarém.

A grelha de A-dos-Cunhados

Um arroz ancestral português, em risco de desaparecimento, faz parte do imaginário dos mais antigos. Fomos à sua procura, nos arrozais do Vale do Mondego, e demo-lo a cozinhar a um mestre do ofício.  

Na “cozinha” da Conserveira do Arade

Conserveira do Arade. Perto de Portimão, nasceu uma conserveira que recupera uma tradição em risco de se perder no Sotavento Algarvio.

Quando Hans “da Gama” dobrou o Cabo das Tormentas

Nunca um menu de restaurante Michelin, em Portugal, terá sido tão ousado no seu compromisso com a cultura nacional. No restaurante Ocean, com duas estrelas, o chef Hans Neuner vestiu a pele de Vasco da Gama, passou por África e pela Índia, e voltou cheio de especiarias e umami. No regresso, deixou-nos entrar na sua nau, para a última etapa, numa jornada que começou às 11h00 e só acabou depois da meia-noite. 

Álvaro Martinho, o Botanista do Douro

O director agrícola da Quinta das Carvalhas é um apaixonado pelas plantas do Douro. O seu desígnio é engarrafar a natureza do Cima Corgo.

Um Leitão em Amarante

Há um moradia, algures entre o Porto e Trás-os-Montes, que serve leitão bísaro, como deve ser. Uma raridade, diz o crítico Ricardo Dias Felner.

O Ano do Garum

E de repente a alta cozinha mundial parece ter descoberto o seu molho predilecto. É feito de peixe em decomposição e a sua maior unidade de produção laborou em Tróia — há 15 séculos. Os chefs portugueses conhecem-no bem, mas foi o Noma, há umas semanas, quem lhe deu palco. E o deturpou. 

Receita a experimentar