Ricardo Dias Felner

É uma cabidela portuguesa, com certeza!

Existe há mais de 50 anos e preserva um dos pratos — e um dos patos! — mais extraordinários da cozinha portuguesa.

O mundo viciante das facas de cozinha

Ter uma faca de qualidade é o começo de uma relação maravilhosa e patológica com um universo complexo e fascinante. Eis tudo o que precisa de saber para cortar comida como ninguém.

“Somos vistos como outsiders”

É arquitecto mas a cozinha tem-lhe levado parte do tempo e do coração. Com a irmã, Patrícia Sousa, criou três dos projectos mais extraordinários do Porto. Primeiro, apareceu o Rosa et Al, um pequeno hotel de charme, onde acontecem supper clubs; depois o Early Made, com roupa só produzida em Portugal; e o Early Coffee Shop, um dos café mais bonitos do Porto. 

Um almoço triste no Etxebarri

É o restaurante preferido de chefs e gastrónomos de todo o mundo. Era a mesa onde mais queria ir. Mas a experiência ficou muito aquém das expectativas. Na memória, uma costeleta, ouriço do mar a saber a lareira e um serviço trágico. 

Cinco novos restaurantes portugueses com uma estrela Michelin

Portugal tem mais cinco restaurantes galardoados com uma estrela pelo guia Michelin. São eles: Kanazawa, em Algés, Kabuki e Encanto, em Lisboa, Euskalduna e Le Monument, no Porto.

O melhor crítico de restaurantes que os portugueses desconhecem

Um livro acabado de publicar por Ana Marques Pereira destaca um dos mais brilhantes — esquecidos e polémicos — escritores gastronómicos do século XX: Luís de Sttau Monteiro. 

“No final, as pessoas gostam é daquilo que lhes sabe bem”

Rita Santos. A proprietária da Comida Independente tornou-se numa figura importante da gastronomia nacional, nos últimos anos. Vinda de grandes empresas, como a Microsoft, decidiu abrir uma pequena loja, em 2018, no bairro de Santos, em Lisboa, que haveria de se transformar num ponta-de-lança de “grandes produtos de pequenos produtores”. 

Bonito serviço!

O pessoal de sala na restauração está debaixo de fogo. De todo o lado, se ouvem lamentos. Ricardo Dias Felner auscultou críticos de restaurantes, um dos chefes de sala mais respeitados do país e o presidente da Escola de Hotelaria e Turismo do Estoril sobre um dos sectores mais frágeis da gastronomia portuguesa. E ficou com uma certeza: o caminho é longo, mas precisa ser feito.

Uma cavala em Sagres

Lá bem na ponta do continente, Ricardo Dias Felner encontrou uma casa simples com os melhores peixes do Atlântico.  

No balcão dos Onishi

O homem que em tempos encantou os clientes do Ichiban, na Foz, mudou-se para trás de um balcão em Matosinhos, onde serve, só com a mulher e a filha, a carta tradicional das izsakayas japonesas — e o que lhe apetecer. 

Receita a experimentar