Produção global de alimentos e bebidas deve crescer 3,2% este ano

A experimentar

A produção global de alimentos e bebidas deverá crescer 3,2% este ano, face a 2023, podendo abrandar devido aos riscos geopolíticos e climáticos significativos, revela um relatório da Crédito y Caución, divulgado esta quinta-feira.

O último relatório elaborado pela Crédito y Caución refere que a maioria dos indicadores sugere que a desinflação nos próximos meses se traduzirá numa descida dos preços mundiais dos alimentos, embora se mantenham acima do nível de 2019.

O crescimento da indústria, no entanto, pode abrandar, especialmente nos segmentos e geografias mais expostos, influenciado por fenómenos como o El Niño, que normalmente dura cerca de um ano e causa clima quente e seco na Ásia e na Austrália e chuvas mais fortes do que o normal nos Estados Unidos e na América do Sul.

“Nestas regiões, más colheitas ou interrupções no abastecimento podem pressionar os preços”, lê-se no relatório, citado pela Lusa.

Continue a ler o artigo em Viver Saudável.

Últimas