Um mergulho no Loki, o restaurante algarvio com apenas seis lugares premiado pela sustentabilidade

A experimentar

Em 2024, o Guia Boa Cama Boa Mesa distinguiu 10 restaurantes com o prémio Sustentabilidade. Entre os projetos premiados está o Loki, liderado por João Marreiros. Localizado em Portimão tem apenas seis lugares e serve exclusivamente produtos do Algarve

chef João Marreiros faz tudo sozinho: recolhe pedras, apanha algas e ervas aromáticas, faz a manteiga, o pão, longas maturações e fermentações, produz o azeite, compra peças inteiras de animais e desmancha-as na própria quinta, confeciona e serve à mesa um menu de 11 momentos. Qual é o menu? Não há! Porquê? “Porque só usamos os ingredientes mais frescos e de melhor qualidade. Para o fazer, criamos tudo de raiz. Diariamente. Assim criamos uma verdadeira experiência. Só para si.” Palavras de João Marreiros que lidera o Loki, um pequeno restaurante de apenas seis lugares, em Portimão, que recebeu o prémio Sustentabilidade 2024, atribuído pelo Guia Boa Cama Boa Mesa, com apoio do Recheio. Este projeto algarvio, inaugurado em finais de 2019, foi um dos 10 restaurantes por se destacarem “na defesa e promoção da sustentabilidade no turismo, fazendo um uso adequado dos recursos ambientais, respeitando a autenticidade sociocultural das comunidades e assegurando que as atividades económicas sejam viáveis no longo prazo.”
Continue a ler o artigo em Expresso.

Últimas