ÉvoraWine dá a provar mais de 250 vinhos do Alentejo em maio

A experimentar

Mais de 250 vinhos de produtores do Alentejo vão estar ‘à prova’ este ano no ÉvoraWine, evento que decorre em Évora, em 24 e 25 de maio, e junta também gastronomia, cultura e tradições, foi hoje divulgado.

A iniciativa vínica, que vai na 9.ª edição, realiza-se na Praça do Giraldo e é promovida por duas empresas, com o apoio da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo, Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA) e Câmara Municipal de Évora.

Em comunicado, a organização indicou que, este ano, o evento conta com “inúmeras novidades”, uma delas o alargamento do espaço, uma vez que o ÉvoraWine vai ocupar “ toda a área disponível da Praça do Giraldo”.

Tal “vai permitir que os produtores possam partilhar saberes e sabores do Alentejo com a calma tão característica da região”, acrescentou, referindo que o evento junta vinho, gastronomia, cultura e tradições” alentejanas.

Sendo apresentado como o “maior evento vínico do Alentejo”, o certame “vai contar com uma mostra de mais de 250 vinhos da região”, disseram os organizadores, prevendo que, nesta edição, a iniciativa atraia “cerca de oito mil visitantes nacionais e estrangeiros”, ao longo dos dois dias.

“Também a gastronomia terá um destaque diferenciado nesta 9.ª edição, com o estabelecimento de parcerias que vão permitir que o visitante possa fazer as refeições no recinto e degustar os pratos típicos alentejanos”, assinalou a organização.

O presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo, José Santos, citado pelo ÉvoraWine, destacou que “o vinho é hoje uma das principais âncoras de visita ao território”.

E, por esse motivo, o certame é “importante para alavancar o turismo da região”, afiançou.

“Este evento é o único da região alentejana que coloca os produtores em contacto direto com os consumidores nacionais e estrangeiros, o que o torna numa fonte altamente rica de pareceres sobre os vinhos produzidos no Alentejo”, reforçou Reto Frank Jorg, organizador do evento.

O mesmo responsável frisou que o evento “é uma porta aberta para o turismo, essencial para o crescimento e reconhecimento da região”.

Últimas