“Não há oliveiras”: Corrida ao azeite faz esgotar plantas nos viveiros em Espanha

A experimentar

No sul de Espanha, a ‘corrida ao azeite’ dos últimos meses já deu lugar à consequente “corrida às oliveiras”, devido a uma procura no mercado que não pára de crescer. Quando se tenta comprar estas árvores, a resposta que predomina nos viveiros é “No hay olivos” (não há oliveiras). Com a procura do azeite em alta, e o preço das garras de ‘ouro líquido’ em recordes, muitos agricultores veem uma hipótese de maximizar os lucros das suas terras.

A empresa de Córdoba La Conchuela, com mais de 25 anos no mercado do cultivo de oliveira, admite em EL Economista que “os viveiros não conseguem satisfazer a procura devido aos preços do azeite, à queda nos preços da amêndoa e pistácios, e ao influxo de fundos de investimento.”

Continue Executive Digest.

Últimas