https://www.evasoes.pt/files/2024/03/48392378_BINARY_GI14022024ADELINOMEIRELES104.jpg

Dois dias de experiências à volta do vinho, na Quinta da Pacheca

A experimentar

https://www.evasoes.pt/files/2024/03/48392378_BINARY_GI14022024ADELINOMEIRELES104.jpg

Almoçar entre vinhas, ser enólogo por algumas horas e desenhar um rótulo são algumas das sugestões da Pacheca Flamour Experience, programa que celebra a classificação com cinco estrelas do Wine House Hotel, em Lamego, no Alto Douro

Quando se começa a sentir o cheiro a lareira a sair do meio das vinhas, percebe-se que se está a chegar ao local onde se vai realizar um almoço muito especial. Carlos Pires, chef da Quinta da Pacheca há dez anos, está à volta dos potes de ferro de onde saem os aromas tradicionais durienses.

Este momento é o culminar de uma manhã passada a passear de jipe, onde se fica a conhecer a propriedade da Quinta da Pacheca, que desde há uma década começou a apostar no enoturismo, não descurando a produção de vinhos, que já ali se fazem desde, pelo menos, meados do século XVIII.

Nos últimos anos, muito mudou na Pacheca, que agora integra o grupo Terras & Terroir (que tem já várias unidades de enoturismo, também no Alentejo e no Dão). Ao Wine House Hotel, pequeno hotel boutique original, acrescentaram-se pipas que são quartos (os Wine Barrels) e construiu-se uma nova ala para aumentar a capacidade do hotel e incluir um spa.

Nesta Pacheca Flamour Experience dá-se a conhecer várias experiências de enoturismo que a Quinta proporciona, ao mesmo tempo que se apresenta o espaço como algo em constante evolução. Um exemplo disso é o Pacheca Nature, projeto que está a ver crescer uma horta de ervas aromáticas e onde se irão realizar várias oficinas.

Junto ao rio estão a ser plantadas centenas de amendoeiras, romãzeiras e marmeleiros, entre outras árvores de fruto. À beira da horta biológica está a nascer um forno de ferro e um forno de lenha para mais atividades. Mas para já, juntam-se na Pacheca Flamour Experience cinco propostas, para serem realizadas em um ou dois dias: passeio de jipe com prova de vinhos e almoço, “Porto wine blender”, Winearella, um jantar com harmonização de vinhos e uma passagem pelo spa do hotel.

 

 

 

 

 

 

 

 

Continue a ler este artigo em Evasões.

Últimas