Na Casa Relvas, saboreia-se o vagar entre vinho e azeite, com o Alentejo como pano de fundo

A experimentar

A Herdade da Pimenta, às portas de Évora, é o epicentro da atividade da Casa Relvas, que dá continuidade à história de uma família ligada à terra ao longo de cinco gerações. Aquela que hoje está ao leme, orgulha-se de trabalhar para ‘deixar ficar tudo na mesma’. Para isso, foi preciso fazer diferente, preservando a natureza e as tradições, reinventando-se com os olhos postos no futuro.

A ideia de adega remete, na imaginação de muita gente, para um local escuro, fresco, povoado de barricas ou talhas, sem especial charme ou interesse. Foi assim durante muito tempo, até que a arquitetura passou a ser um fator distintivo, uma forma de realçar o carácter dos vinhos aí produzidos, um ‘pormenor’ nada despiciendo na relação do edificado com a paisagem, ligando as tradições do local à dinâmica dos nossos dias.

Continue a ler o artigo em O Jornal Económico.

Últimas