São as grandes empresas da indústria da carne e do leite que controlam marcas vegan

A experimentar

Muitas marcas que oferecem alternativas à base de plantas, de produção sustentável, são, na verdade, detidas por gigantes da carne e do leite, associadas a destruição ambiental de grande escala.

“Vota por um planeta mais verde, por menos despesas com alimentação, mais saúde e por bondade para com os animais. E nem tens de esperar pelas eleições”, afirma a campanha global do Veganuary, que incentiva as pessoas a comer menos carne durante o mês de Janeiro.

Transformar o sistema alimentar mundial através da redução de produção de carne a larga escala é essencial se quisermos preservar os ecossistemas do planeta. Mas não acredito que a solução do Veganuary seja a forma certa para fazer isso.

Ter uma alimentação 100% vegetal pode parecer empoderador, mas coloca uma pressão irrealista nos consumidores para que levem a cabo uma mudança para alimentos de base vegetal. Ao não conseguirem chamar a atenção para o poder das empresas que, com o apoio dos estados, fazem parte do núcleo da indústria alimentar, o Veganuary retira o poder a quem o segue.

Continue a ler o artigo em Público.

Últimas