Lanches escolares em município da região de Coimbra têm o dobro das calorias recomendadas

A experimentar

Os lanches servidos a alunos do pré-escolar e 1.º ciclo num município não revelado do distrito de Coimbra apresentam um valor energético superior ao recomendado, concluiu um estudo realizado pela Escola Superior de Tecnologia da Saúde divulgado esta quinta-feira (11).

Segundo dados do estudo da ESTeSC, escola superior do Instituto Politécnico de Coimbra (IPC), a que a agência Lusa teve acesso, “80% dos lanches servidos aos alunos do pré-escolar e 1.º ciclo apresentam um valor energético superior ao recomendado”, com os lanches da manhã a apresentarem um valor de calorias “quase duas vezes superior ao aconselhado, bem como quantidades desajustadas de proteína e gordura”.

Realizado no âmbito da pós-graduação em Nutrição, Alimentação Coletiva e Restauração da ESTeSC-IPC, o estudo decorreu ao longo de quatro meses e notou que, de acordo com as recomendações, o lanche da manhã de uma criança com idade entre os 03 e os 06 anos não deve exceder 140 quilocalorias (kcal).

Continue a ler o artigo em Viver Saudável.

Últimas