Lavradores de Feitoria inaugura marca Bagos com Riesling

A experimentar

Do Douro e com a assinatura do consórcio Lavradores de Feitoria é agora inaugurada uma nova marca – e, para já, um vinho –, que ganha nome com parte de uma das mais conhecidas marcas deste produtor: falamos de Três Bagos e, daqui em diante, também de Bagos. Um nome que nasce para dar corpo a monocastas e/ou a vinhos mais experimentalistas, mostrando assim a versatilidade das uvas existentes no património vitivinícola dos accionistas da empresa: recuperando técnicas e castas tradicionais ou apostando na diferenciação da vinha ao copo, sempre que faça sentido.

A encetar a marca Bagos, um Riesling da colheita de 2017, da autoria do enólogo Paulo Ruão, em estreita colaboração com Raúl Pereira e Margarida Martins, responsáveis pela produção e pela viticultura, respectivamente. «No universo das 20 quintas que dão vida à Lavradores de Feitoria e dos seus cerca de 600 hectares, muito há para podermos explorar.

Continue a ler o artigo em Enoturismo de Portugal.

Últimas