Kolach de abóbora e laranja

A experimentar

Este Natal, ofereceram-me um livro de cozinha. Uma surpresa, vinda de Londres. Conhecia a autora, Olia Hercules, do Instagram. Sabia que vivia na capital inglesa e tinha origens ucranianas, mas pouco mais.

Se fiz bem as contas, este é o seu quarto livro e, apesar da minha conhecida paixão por livros de cozinha, é o primeiro da Olia a ocupar um lugar nas minhas prateleiras. O meu investimento em livros de cozinha tem sido muito, muito reduzido, comparado com outros tempos — mudança nas prioridades e também falta de tempo para acompanhar as novidades, para ser sincera.

Também por isso, receber este livro — “Home Food – Recipes to Comfort and Connect” — foi especial, pois pude começar o ano a fazer uma das coisas de que mais gosto: a folhear um livro de receitas — e de histórias sobre comida — pela primeira vez. Não sei quanto a vós, mas, para mim, estes momentos de descoberta de um livro são de verdadeira excitação, ainda que serena, se é que esta contradição é aceitável. Imaginem-me como uma criança numa loja de brinquedos, maravilhada, mas sem os saltos e os gritinhos.

KOLACH DE ABÓBORA E LARANJA: PÃO MARAVILHOSO DO MAIS RECENTE LIVRO DE OLIA HERCULES

O subtítulo não podia ser mais acertado: todo o livro transmite uma sensação de aconchego, assente na importância que Olia dá às refeições, não tanto enquanto chef, mas enquanto mãe, mulher, filha e amiga. As refeições encaradas como momentos de carinho, partilha e crescimento pessoal, e não apenas como atos vitais para a nossa sobrevivência.

Ucrânia, Chipre, Itália, Inglaterra: Olia viveu em todos estes países e este livro é resultado dessas experiências, das relações de amizade que daí nasceram, bem como da herança culinária familiar — de tudo isto vamos tomando conhecimento não só através das receitas, como dos textos bonitos — de Olia e de outras pessoas por si convidadas a escrever sobre as memórias que guardam ligadas à comida.

São 300 páginas deliciosas, quer pelas receitas, quer pelas palavras, quer pelas fotografias de Joe Woodhouse, marido de Olia.

TERAPIA CULINÁRIA: FAZER ESTE KOLACH DE ABÓBORA E LARANJA

Mesmo sem ter lido o livro todo — quero saboreá-lo devagar —, não resisti a experimentar uma primeira receita. Escolhi-a tipo ‘paixão à primeira vista’ e só depois dei conta de que era perfeita para publicar hoje: 6 de janeiro, Dia de Reis, a data em que por aqui encerramos de forma discreta a quadra natalícia, mas que é um dia muito importante para a maioria dos Ucranianos, pois é a véspera do Natal Ortodoxo.

KOLACH: PÃO DOCE NATALÍCIO TÍPICO DA UCRÂNIA E DE OUTROS PAÍSES DO LESTE

Este pão festivo tradicional, que se costuma comer precisamente no dia 6 de dezembro, não leva, por norma, abóbora nem laranja. Mas, segundo Olia, que adaptou uma receita da amiga Katrya Kaluzhna, esta adição torna o pão ainda mais rico e delicioso. E eu, mesmo sem nunca ter comido a versão original, sou obrigada a concordar. Já fiz vários pães “doces”, mas este é, sem dúvida, o mais saboroso e mais perfeito em termos de textura, que alguma vez fiz.

Se pelas fotos e pela minha descrição ficaram com vontade de ir para a cozinha, tenho uma má notícia: este é um pão que precisa de tempo e de algum planeamento. Nada de pressas ou horas contadas! As boas notícias? Os ingredientes são do mais simples que há e o resultado vale cada minuto dedicado à receita.

3 COISAS A TER EM CONTA ANTES DE FAZER O KOLACH:

• O ideal é fazer o kolach de manhã, tendo feito a preparação de véspera;

• A preparação de véspera consiste em fazer o poolish (pré-fermento) e cozer a abóbora a vapor e transformá-la em puré, o que deve demorar, no total, uns 20 minutos;

• No dia seguinte, de manhã, conta com cerca de 30 minutos de trabalho ‘braçal’ + cerca de cinco horas, no total, para a massa levedar e cozer.

Quem me ofereceu o livro, escolheu-o como forma de homenagear a Ucrânia, que em 2022 se viu envolvida num conflito militar absolutamente surreal. Sei que muitos de nós, ao bater das 12 badaladas do réveillon, escolheu o fim da guerra como um dos desejos para o ano que está agora a começar. Que este se concretize o mais rapidamente possível, e que os ucranianos possam viver o próximo Natal em paz, com as famílias reunidas, a brindar à liberdade e a celebrar com generosas fatias de kolach.

KOLACH DE ABÓBORA E LARANJA

Receita de Olia Hercules

INGREDIENTES

Para o poolish

7 g de fermento de padeiro seco

100 ml de água morna

100 de farinha T55 sem fermento

Continue a ler o artigo em Lume Brando.

Últimas