Novos formatos de embalagens para novos tempos

A experimentar

As embalagens tornaram-se um elemento particularmente importante na indústria alimentar, pois são o principal elemento que garante que um alimento é seguro para consumo, evitando tanto o crescimento de microrganismos potencialmente nocivos como a deterioração do produto ou a contaminação cruzada, muito prejudicial para as pessoas com alergias ou intolerâncias. Além disso, prolongam a vida útil do produto, eliminam odores e permitem um transporte e armazenamento mais higiénicos.

Neste contexto, a corrida para se conseguir a embalagem perfeita começou há alguns anos e ainda não terminou. Há uma década, o fundamental era que as mesmas garantissem a segurança alimentar dos produtos e prolongassem ao máximo a sua frescura e vida útil, e a sustentabilidade era praticamente uma questão residual. Em 2013, triunfavam as embalagens de plástico ou de metal e só em 2017 é que o plástico PET reciclado (rPET) começou a aparecer de forma mais ou menos massiva no conjunto da indústria alimentar, juntamente com algum debate sobre a sua capacidade de manter a segurança alimentar.

Continue a ler o artigo em iAlimentar.

Últimas