Vinho e Cultura, o ‘match’ perfeito

A experimentar

Na Quinta da Lagoalva de Cima, em Alpiarça, as actividades de Enoturismo passam pela visita à adega e prova de vinhos mas há muito mais. A mais recente aposta foi um Museu de Carruagens, que encanta quem por lá passa.

A Quinta da Lagoalva de Cima estende-se pela margem sul do rio Tejo, a cerca de dois quilómetros da vila de Alpiarça e a onze de Santarém, a capital de distrito. Já se sabe, o vinho é bom, mas destaca-se por muito mais. O grupo explora uma área total de 5.500 hectares (4000ha de floresta, 1000ha de agricultura de regadio, 16ha de olival e 42 de vinha) e dedicando-se por isso a várias áreas de negócio, entre os quais o vinho e o enoturismo. O novo Museu das Carruagens foi um dos projectos mais recentes e integra-se na oferta de actividades de Enoturismo que a propriedade tem para oferecer. Desde o ano passado, quando abriu, o seu objectivo foi destacar-se como um espaço de eleição no panorama cultural da região e proporcionar um bom momento juntando o vinho às tradições.

O museu tem expostos vários objectos que fazem parte da colecção privada da família Campilho, proprietária da sociedade agrícola. Ali podem visionar-se várias carruagens / atrelados de cavalos, arreios, artefactos, fotografias entre outros pertences que servem de pretexto para ficarmos a conhecer a história da propriedade, da família e das tradições locais, além de uma série de inovações decorrentes da progressiva liberalização do transporte e dos avanços tecnológicos da Revolução Industrial. A produção destes veículos, realizada nessa época, aproxima-se do fabrico em série, promovendo a criação de diversas tipologias relacionadas com a sua função na cidade e no campo, variando os nomes destes modelos conforme o país ou o fabricante.

O museu tem expostos vários objectos que fazem parte da colecção privada da família Campilho
Existem carruagens / atrelados de cavalos, arreios, artefactos, fotografias entre outros pertences

Continue a ler o artigo em Maria João de Almeida.

Últimas