Candidaturas a apoios de 3,6 ME no setor do vinho abertas até 12 de janeiro

A experimentar

As candidaturas ao apoio à promoção interna do vinho e produtos vínicos nacionais e ao apoio à informação e educação sobre o consumo de bebidas alcoólicas decorrem até 12 de janeiro, num montante total de 3,6 milhões de euros.

Num comunicado divulgado hoje, o Ministério da Agricultura e da Alimentação detalha estarem alocados 3,3 milhões de euros à “Promoção Genérica” e 360 mil euros à “Informação e Educação”.

Segundo a tutela, foram já publicados os avisos de abertura do prazo para candidaturas no âmbito destes apoios, estando disponível no portal do Instituto da Vinha e do Vinho (IVV) toda a informação referente ao procedimento que deverá ser seguido.

O objetivo é “promover a informação sobre as características dos vinhos e dos produtos vínicos de origem nacional e fomentar a sua promoção junto dos operadores económicos ou consumidores, bem como garantir ações de sensibilização para o consumo moderado e responsável de bebidas alcoólicas do setor vitivinícola”.

“Temos aqui espelhadas duas prioridades que, contrariamente ao que possamos pensar, são complementares, compatíveis e que, no fim, contribuem, de forma decisiva, para o que é o nosso grande objetivo: assegurar o desenvolvimento sustentável do setor”, afirma a ministra da Agricultura e da Alimentação, citada no comunicado.

“Por um lado – detalha – estamos a apoiar a divulgação do que produzimos, convictos de que, cada vez mais, é essencial saber comunicar os produtos de excelência que temos. Só assim conquistaremos novos públicos. Por outro, temos de sensibilizar para um consumo responsável e sustentado em conhecimento sobre os nossos vinhos, que os valorize”, refere Maria do Céu Antunes.

Últimas