Chef Aurora Goy: “Valorizar os produtos locais e nacionais é importante e ajuda ao crescimento dos produtores”

A experimentar

Francesa de origem, com mãe portuguesa, a chef de 34 anos, lembra com carinho as férias de verão em Portugal. Aurora Goy, que trabalha cada vez mais peixe do que carne, envolve-se de corpo e alma no Apego, restaurante que inaugurou no Porto, em 2018

O discurso sai pausado e bem articulado, segurança que espelha o sucesso da gastronomia da chef Aurora Goy, de 34 anos. Francesa de origem, com mãe portuguesa, sempre gostou muito das viagens a Portugal nas férias de verão. Tanto que, depois dos estudos e dos trabalhos em França, com um estágio no Belcanto pelo meio, encontrou um espaço no Porto para abrir o próprio restaurante.

O Apego foi inaugurado em 2018 e o nome tem significado: “O apego à comida é um apego às memórias, que são também um apego à família e aos lugares, à minha relação com Portugal”, ilustra. Cinco anos depois, o balanço é positivo: “Acho que as pessoas gostam do facto de estarmos a usar produtos tradicionais, que fazem parte da região e do país, mas de forma diferente. Isso faz com que se criem novas memórias com esses elementos. Fazem eco de antigas memórias e criam novas”.

Continue a ler o artigo em Expresso.

Últimas