Vinhos do Alentejo já com 20 produtores certificados com o selo de produção sustentável

A experimentar

A Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA) apresenta o PSVA2.0, a nova versão do Programa de Sustentabilidade dos Vinhos do Alentejo, que, melhorada em parceria com a ONG ANP|WWF e a Universidade de Évora, coloca a região na dianteira das práticas sustentáveis.

Oobjetivo é que os produtores aderentes ao PSVA – que representam já 58% da área total de vinha do Alentejo – possam, através da utilização mais responsável dos recursos necessários à cultura das vinhas, tornar a produção mais resiliente e adaptada às condições naturais, no fundo, «manter o Alentejo tal como o conhecemos e, independentemente do passar dos anos, garantir que os vinhos têm a mesma qualidade, sem comprometer o ambiente e respondendo da melhor forma possível às crescentes pressões derivadas das alterações climáticas», afirma João Barroso, coordenador do programa de sustentabilidade.

Esta revisão do PSVA foi feita sob um olhar atento para vertentes como a biodiversidade, pesticidas, clima e água e a nova versão passa agora a incluir dois novos capítulos, perfazendo um total de 20. Acrescentou-se uma secção destinada à ‘Resiliência e adaptação às alterações climáticas’, na qual se podem encontrar variáveis como medidas de adaptação e mitigação às mudanças climáticas, ou a avaliação da necessidade de água ou a pegada de carbono; e incluiu-se um capítulo sobre Economia Circular, onde se destacam questões relacionadas com materiais e equipamentos ou com subprodutos e resíduos de vinificação.

Continue a ler o artigo em Maria João de Almeida.

Últimas