https://images.impresa.pt/expresso/2022-11-17-Eneko-Lisboa.jpg-ceb8d850-1/1.91x1/mw-1200?outputFormat=jpeg

Restaurante em Lisboa com estrela Michelin fecha portas a 31 de dezembro

A experimentar

https://images.impresa.pt/expresso/2022-11-17-Eneko-Lisboa.jpg-ceb8d850-1/1.91x1/mw-1200?outputFormat=jpeg
Com uma estrela Michelin, o Eneko Lisboa, inaugurado em 2019, onde funcionou o famoso Alcântara Café, vai fechar portas no final deste ano. O restaurante do espanhol Eneko Atxa, eleito duas vezes como o chef mais sustentável do mundo, é a primeira baixa para a gala do guia francês no Algarve, mas outras podem ser confirmadas até fevereiro.

A decisão de encerrar o premiado Eneko Lisboa a 31 de dezembro partiu do Penha Longa Resort, que tinha desafiado o chef basco Eneko Atxa a dar nome ao projeto gastronómico instalado no espaço do famoso Alcântara Café. Composto por dois restaurantes: Já este ano, a área mais informal, batizada de Basque, tinha sido transformado em espaço de eventos. Agora, o Penha Longa Resort avançou com a decisão do encerramento também do espaço de fine dining do Eneko Lisboa.

Desta forma, Portugal perda na próxima edição do guia Michelin, agendada para fevereiro no Algarve, um restaurante estrelado naquele que é o primeiro ano em que é editado para Portugal, deixando de ser ibérico.

Continue a ler o artigo em Expresso.

Últimas