Vinhos de Natal

A experimentar

Vinhos de Natal: Se é a si que calha escolher os vinhos para a noite de Consoada, encontre aqui as melhores harmonizações para cada iguaria natalícia

Chegámos à altura mais gulosa do ano, por isso não podemos deixar de falar de vinhos de Natal!
Mais do que os presentes, nesta época a maior preocupação das famílias portuguesas é a variedade e qualidade (e quantidade!) da comida que se coloca em cima da mesa, no dia de Natal. v

Se cada membro da família se encarrega de uma iguaria e a si, lhe calha escolher os vinhos a servir com cada prato, então aqui fica uma ajuda!

Entradas

Uma mesa de entradas que se preze, tem alguma variedade de queijos. O Serra da Estrela normalmente é o protagonista, mas um Camembert ou Roquefort para dar um toque internacional, ficam sempre bem. E porque se trata do dia de Natal, caprichamos mais um pouco e pode também haver um bom presunto ou, porque não, o salmão fumado.

O vinho de Natal ideal para tantas iguarias diferentes é mesmo um rosé, um vinho que se adapta a todos os sabores. Sugiro assim um rosé do Vinho Verde feito com a casta Vinhão ou, descendo à outra ponta do país, um rosé do Algarve com a casta Negra Mole.

Bacalhau

Apesar do “Bacalhau com Todos” ser o clássico prato de Natal, há muitas famílias que gostam de ser originais e optam por qualquer outra das 1001 receitas existentes. E sendo este um peixe carnudo e com muito sabor, aguenta perfeitamente ser servido com um vinho tinto. Sugiro um tinto da região de Lisboa e o seu Castelão, ou mesmo a Baga da Bairrada, tintos com corpo mas ao mesmo com influência do Atlântico, tal como o bacalhau tem.

 

Continue a ler o artigo em Entre Vinhas.

Últimas