Lapas, caramujos ou gaiado? Estes petiscos são obrigatórios para conhecer a gastronomia madeirense

A experimentar

Uma mesa brindada pelos sabores do mar e da terra temperada com uma pitada de exotismo tropical. Assim é a cozinha do arquipélago da Madeira a que não faltam saborosos pratinhos para picar. Conheça cinco sugestões de petiscos madeirenses, em destaque no novo guia “Tascas, Petiscos & Doces”.

Exótica, tradicional, proveniente do Atlântico e da floresta, a cozinha madeirense destaca-se pelos costumes rurais ainda presentes, que imprimem uma marca genuína a cada petisco. O Bolo do caco, servido com manteiga de alho e salsa, é companhia assídua em festas populares, restaurantes, tasquinhas e nas vendas, onde a poncha é que marca o ritmo. Sirva–se de Lapas grelhadas, Caramujos, Cracas e Castanhetas, prove a Sopa de tomate e cebola e a Açorda, ambas encimadas por ovo escalfado. Companhia habitual da petiscada é também o Milho frito, em cubos. Bom apetite!

Castanhetas
Castanhetas

Castanhetas
A crocância deve-se à fritura em óleo bem quente, depois de terem sido escamadas e temperadas com sal e alho. São um autêntico deleite para o palato e o sabor ganha ainda mais intensidade e interesse sob a influência derradeira do sumo de limão. Abundantes na orla marítima da Madeira, Açores e Canárias, estes peixinhos são um petisco popular nas mesas madeirenses e podem ser acompanhados por uma salada ou o que a vontade ditar. O Restaurante Bar Amarelo, em Machico, é uma das casas onde as castanhetas recebem bom trato, merecendo até uma escultura no interior.

Continue a ler o artigo em Expresso.

Últimas