Produção alimentar representa 74% das emissões do Brasil, diz ONG

A experimentar

A produção alimentar no Brasil representa 74% das emissões de gases de estufa do país que é um dos principais celeiros do mundo e produtores de carne, de acordo com um estudo divulgado hoje pelo Observatório do Clima.

Segundo a principal rede de entidades ambientalistas da sociedade civil brasileira os sistemas alimentares responderam em 2021 a 1,8 mil milhões de toneladas, das 2,4 mil milhões de toneladas brutas de gases de efeito de estufa lançadas pelo país na atmosfera.

Os dados divulgados hoje incluem as emissões de dióxido de carbono libertadas quando a vegetação nativa é convertida em lavouras ou pastagens, as emitidas diretamente pelo setor agrícola (incluindo o metano emitido pelo gado), os combustíveis fósseis queimados por máquinas agrícolas, o consumo de energia não renovável em toda a cadeia produtiva e os resíduos sólidos do setor.

Continue a ler o artigo em O Jornal Económico.

Últimas