Cinco vinhos tintos por esse Douro acima

A experimentar

Neste bloco de provas, vamos contra a corrente e revelamos uma mão-cheia de vinhos que fazem a diferença e que vale a pena conhecer.

Numa altura do ano em que os termómetros registam temperaturas altas, deixamos os brancos e os rosés de lado e subimos o Douro ao encontro de tintos de exceção. Sim, porque também no verão não faltam momentos para essas partilhas tão especiais. E não se acanhem de os refrescar entre os 16 e os 18 graus, que é a temperatura a que devem ser desfrutados. Boas provas.


Vallado Vinha da Granja Douro Tinto 2020

Douro
Quinta do Vallado
Tinta Roriz, Tinta Amarela, Touriga-Franca, Touriga-Nacional, Moreto, entre 32 castas
138 euros

Neste bloco de provas, vamos contra a corrente e revelamos uma mão-cheia de vinhos que fazem a diferença e que vale a pena conhecer.

Numa altura do ano em que os termómetros registam temperaturas altas, deixamos os brancos e os rosés de lado e subimos o Douro ao encontro de tintos de exceção. Sim, porque também no verão não faltam momentos para essas partilhas tão especiais. E não se acanhem de os refrescar entre os 16 e os 18 graus, que é a temperatura a que devem ser desfrutados. Boas provas.


Vallado Vinha da Granja Douro Tinto 2020

Douro
Quinta do Vallado
Tinta Roriz, Tinta Amarela, Touriga-Franca, Touriga-Nacional, Moreto, entre 32 castas
138 euros

Para dias muito especiais. Provém de uma única parcela que está entre as vinhas com menor produção por hectare a nível mundial (2800 kg). Francisco Olazabal e Francisco Ferreira apresentam-nos um tinto de perfil distinto e fresco, aroma concentrado, que se destaca no sabor pelos apontamentos minerais e por taninos lustrosos. Excelente.


Quinta do Pôpa Vinhas Velhas Tinto 2017

Douro
Quinta do Pôpa
Mais de 21 castas

Continue a ler o artigo em Notícias Magazine.

Últimas