Preço da ‘pasta’ tradicional faz Itália entrar em crise

A experimentar

Ainda que a inflação esteja a descer, o preço da massa não diminui nos supermercados e associações de consumidores estão a pedir ao povo italiano que boicote a compra do produto-estrela.

Farinha de trigo, ovos, uma pitada de sal e um bom braço para amassar. Este é o segredo mais bem guardado de Itália mas pode estar em risco e afetar outros países.

Embora a receita para uma boa pasta pareça simples, o berço que o criou está a enfrentar uma crise de preços e pode levar o país da bota a entrar em modo sobrevivência. De acordo com o “CincoDías”, a inflação anual da pasta atingiu os 16,5% em abril e o governo de Giorgia Meloni já está à procura de uma solução que impeça Itália de entrar em crise.

No entanto, e enquanto a solução não é encontrada, o comércio global já está a ser afetado com o preço da massa. Anualmente, um cidadão italiano consome 23 quilos de pasta, um valor acima dos restantes países europeus, dado que França fica atrás com oito quilos, um cidadão português consome 6,6 quilos por ano e Espanha apenas 4,22 quilos.

Continue a ler o artigo em O Jornal Económico.

Últimas