Risotto Primaveril de Ervilhas

A experimentar

Risotto. Palavra linda. Soa tão bem quanto me sabe aos sentidos. De facto a cremosidade e a textura deste prato envolvem todos os meus sentidos, e é das coisas que mais prazer me dá preparar, como prato principal, e de preferência vegetariano. Vamos mexendo com a colher de pau, devagar, devagarinho, ao ritmo de uma música que nos embala. O cheiro pede para provar, o queijo parmesão ou da ilha rala-se com generosidade e a colher não pára. Só na mesa.
Ao ritmo da estação, fazem-se risottos com gosto a ervilhas, favas e com o que de bom vem da terra. Descascam-se umas ervilhas frescas acabadas de apanhar, caldo ao lume a fervilhar e a vontade de entrar na dança do risotto. É um instante, até o prato ficar colorido de verde e de flores. As flores do cebolinho que inundam os canteiros e os vasos. Primavera à mesa num prato de conforto.
Queijo a postos, e bom apetite.

 

Ananás e Hortelã

Ananás e Hortelã

Ananás e Hortelã

 

Risotto Primaveril de Ervilhas
Para o puré de ervilhas frescas:
1 colher (sopa) de manteiga
150 gr de ervilhas frescas
pitada de sal
150 ml de água
Para o risotto:
1/2 cebola picada
1 dente de alho picado
azeite q.b.
1 chávena de arroz para risotto
1/4 chávena de vinho branco
700-900 ml de caldo de legumes com coentros frescos
3/4 chávena de ervilhas frescas
sumo de meio limão
45 gr de parmesão ralado
Para servir:
parmesão ralado a gosto
flores de cebolinho q.b.
cebolinho picado q.b.
Continue a ler o artigo em Ananás e Hortelã.

Últimas