O esplendor do Douro avista-se de praticamente todos os recantos deste hotel. (Fotografia: DR)

A experimentar

O Soalheiro faz da inovação uma imagem de marca. O primeiro produtor de Alvarinho de Melgaço conjuga criatividade com irreverência em 11 vinhos inovadores.

Com uma história de quatro décadas o Soalheiro tem a inovação como lenitivo: em 1974, João António Cerdeira ousou plantar a primeira parcela de vinha contínua da casta Alvarinho em Melgaço.

Anos volvidos, em 1984, desocupou a garagem da casa de família e transformou o espaço em adega: assim nasceu a marca Soalheiro, que doravante associou qualidade e inovação ao projeto empresarial.

A mãe, Palmira Cerdeira, e os filhos, Maria João, veterinária de formação e responsável pela viticultura, e António Luís, enólogo, não só asseguraram a continuidade, como dinamizaram a marca com muita paixão. O enoturismo e a produção de infusões biológicas refletem de algum modo a veia empreendedora da família, que criou um clube local de 150 viticultores, garantindo um desenvolvimento sustentável do território e a pegada social.

Continue a ler o artigo em TSF.

Últimas