Rodeado de jardins e recantos, novo restaurante de Vítor Matos em Lisboa aposta em cozinha descomplicada

A experimentar

Chama-se Black Pavilion e privilegia uma cozinha descomplicada e cheia de sabor. Fica no Torel Palace Lisboa e abre caminho para o projeto 2 Monkeys, um restaurante gastronómico de fine dining no mesmo hotel.

Foi de forma discreta, sem alaridos, que Vitor Matos abriu o seu primeiro restaurante em Lisboa, como o Boa Cama Boa Mesa tinha anunciado a 9 de janeiro. Localizado no hotel Torel Palace Lisboa, assume-se como um espaço resguardado do bulício urbano, que convida a desfrutar de comida despretensiosa e com muito sabor num dos seus múltiplos jardins e recantos. Divide-se por vários espaços, entre eles um jardim de inverno, uma sala interior, que também é a sala de pequenos-almoços, um terraço e bar exterior. Brevemente vai ter um bar e uma torre privada – um espaço exclusivo para momentos a dois – inseridos num novo edifício.

Black Pavilion
Black Pavilion
CARLOS VIEIRA

O Black Pavilion apresenta uma carta que Vítor Matos classifica de descomplicada, mas cheia de sabor, criada em parceria com o chef Francisco Quintas. É a segunda ligação do chef Vítor Matos ao grupo hoteleiro, depois da consultadoria do restaurante Blind, no Torel Palace Porto. Oferece opções “à la carte” e um menu executivo de segunda a sexta ao almoço, além de sugestões de finger food do snack bar, disponível todos os dias, sem interrupções, das 11h00 às 23h30.

Últimas