Recipientes de takeaway: recicláveis ou não?

A experimentar

O “Consultório de Sustentabilidade” desta semana, por Joana Guerra Tadeu.

Embalagens de comida takeaway com gordura: plástico, alumínio, papel… recicláveis ou não?
Leonor Guerreiro, pergunta recebida por email

Depois de “como acabamos com o sistema que destrói o Planeta e torna as pessoas miseráveis?” não há pergunta que surja mais vezes na minha caixa de mensagens. Insólito: as respostas a ambas são quase igualmente complexas. Quanto aos recipientes de takeaway, vejamos:

Os de papel, molhados ou com gordura (incluindo as caixas de piza), não são recicláveis e podem contaminar o papel e o cartão limpos que já estejam no ecoponto azul. Devem ir para o lixo indiferenciado.

Os de plástico e esferovite, incluindo caixas, potes de sopa, tigelas e respetivas tampas, bem como cuvetes de alumínio, devem ser escorridos e colocados no ecoponto amarelo, mesmo que estejam sujos de gordura. Atenção: escorrer não é lavar! Não desperdicemos água em embalagens que vão ser lavadas em processos industrializados.

Continue a ler o artigo em Notícias Magazine.

Últimas