A alimentação no olho do furacão

A experimentar

A difícil situação global e a junção entre pandemia, conflitos e alterações climáticas colocam a alimentação global sob uma enorme pressão, que exige ações decisivas, como os participantes na reunião do Conselho de Segurança sobre Segurança Alimentar revelaram, num projeto que para este tópico junta Expresso e Continente

A segurança alimentar global está em risco, e não será exagero dizer que vivemos, atualmente, uma situação de grande pressão com consequências ainda difíceis de apurar. “A fraude alimentar não para nas fronteiras”, alerta Filipa Vasconcelos, sub-inspetora geral da ASAE.

A responsável foi uma das participantes na mais recente reunião do Conselho de Segurança, projeto que para o tópico da segurança alimentar juntou Expresso e Continente, num debate que decorreu esta tarde no edifício da Impresa.

Adaptar os sistemas de produção e abastecimento alimentar dentro dum panorama de grande disrupção, e mudanças aparentemente profundas, esteve em destaque na conferência (…).

Continue a ler o artigo em Expresso

Últimas