A nova Casa Villae 1255 é uma janela para o Dão

A experimentar

Na Quinta da Taboadella, no Dão, uma antiga casa senhorial foi convertida em alojamento. Alugada por inteiro, a Casa Villae 1255 tem oito quartos, cozinha, mercearia e vinhos à disposição.

Comecemos por explicar a data que dá nome a esta Casa Villae: 1255 remete para o ano em que foram encontrados os primeiros registos da Taboadella, a quinta com 41 hectares, em Silvã de Cima, adquirida em 1998 pela família Amorim – e administrada por Luísa Amorim, a mais nova das três irmãs herdeiras – que, depois do Douro e do Alentejo, alargou o negócio do vinho ao Dão. A história deste lugar rodeado por floresta (também conhecida como silvã, dando nome à aldeia no concelho de Sátão) é muito antiga. Já no século I se vinificava o vinho, e a prova disso mesmo está num antigo lagar romano que se encontra sobre um penedo.

Antes de fazermos o check-in, atravessamos de carro as vinhas (umas replantadas ainda a despontar, outras com quase meio século, dizem-nos), avistamos a belíssima adega da Taboadella (ver caixa) e, mais ao longe, o sopé da serra da Estrela. Quando pomos os pés no chão, apenas os pássaros se fazem ouvir. Já no interior da casa, as boas-vindas são dadas com um copo de Villae 2021 branco, servido debaixo de uma ramada. Não será o único que beberemos. Aliás, como se verá daqui para a frente, o vinho e as vinhas estarão sempre presentes.

Continue a ler o artigo em Visão.

Últimas