Portuguesa Hardlevel expande reciclagem de óleos alimentares para Espanha

A experimentar

A Hardlevel, principal operador do mercado português de recolha, pré-tratamento e gestão de óleos alimentares usados (OUA), anunciou recentemente que está a instalar, através da sua subsidiária Nox Energy, mais de 500 oleões inteligentes em 80 municípios espanhóis, e que, até ao final do ano, a meta é duplicar este número.

Apesar de serem ambientalmente nocivos, estes óleos são valorizáveis, podendo ser reciclados para o fabrico das gerações mais recentes de biocombustíveis sustentáveis, como o biodiesel e o sustainable aviation fuel (SAF), usado na aviação, esclarece a empresa de Vila Nova de Gaia, na nota enviada à comunicação social.

Atualmente, a rede instalada em Espanha serve cerca de 200 mil habitantes – no entanto, o objetivo é “chegar mais longe”. Depois de entrar em San Joan d’Alacant, La Vall d’Uixó e Mancomunitat Intermunicipal La Rectoria, que engloba as autarquias de Benimeli, Sagra, Ràfol de Almúnia, Tormos e Sanet y Negrals, a Hardlevel pretende expandir a operação para a Andaluzia.

Com uma média de quatro mil toneladas de óleos alimentares usados recuperadas anualmente em Espanha, a Nox Energy pretende ainda “ultrapassar as cinco mil toneladas de resíduos transformados em biocombustível, ainda durante este ano de 2022”, adianta Salim Karmali, administrador e cofundador da Nox Energy, citado em comunicado.

 

Continue a ler este artigo em Dinheiro Vivo.

Últimas