Pare, escute, olhe, entre e prove: Petiscais faz renascer casa do chefe da estação de comboios de Olhão

A experimentar

Os comboios continuam a passar à porta. Mas o edifício centenário, antiga morada do chefe de estação, foi totalmente restaurado e agora oferece uma viagem ao mundo dos sabores algarvios… e não só.

O edifício estava ao abandono. Rui Oliveira segui à risca o avisado conselho junto à via férrea: “Pare, Escute, Olhe” e decidiu acrescentar vida à antiga casa do chefe da estação de Olhão. Já lá vão cinco anos e, por aqui, ninguém se importa em ficar a ver os comboios a passarem. Antes de abrir o restaurante Petiscais foi preciso recuperar o centenário edifício, preservando a fascinante arquitetura original, mas também as lanternas originais da estação (adquiridas pelo proprietário em leilão), bem como as grandes portas em madeira antiga. O relógio da estação continua a dar horas, mas todo o resto se renovou.

Restaurante Petiscais, em Olhão

Restaurante Petiscais, em Olhão

Continue a ler o artigo em Expresso.

Últimas