No Tapada de Coelheiros, o Chardonnay foi à vida

A experimentar

E em sua substituição entram as castas Arinto e Roupeiro. É uma pequena revolução numa marca que foi famosa, hibernou em excesso, mas que agora regressa em boa forma.

Continue a ler o artigo em Público.

Últimas