Consultório: Os Vinhos Verdes são para beber frescos?

A experimentar

Questões pertinentes e dúvidas persistentes em redor do Vinho Verde, respondidas pelo crítico de vinhos e jornalista de gastronomia José Augusto Moreira.

Um Verde geladinho, por favor! O pedido é frequente, mas esta é também a forma mais vulgar de mostrar que não se é lá grande conhecedor ou apreciador. A temperatura é fundamental para se poderem apreciar as qualidades de um vinho, e o excesso de frio (ou de calor) tem o efeito de as adulterar ou mascarar. Portanto, geladinho, nem pensar!

A temperatura é, por isso, essencial para garantir que as qualidades de um vinho têm o devido destaque. E a primeira regra é o bom senso. Ou seja, não há padrões rígidos, devendo a temperatura ser gerida em função das circunstâncias, do estilo de vinho e do contexto de consumo. (…).

Continue a ler o artigo em Público.

Últimas