Produção de leite em risco de extinção

A experimentar

Os custos de produzir leite dispararam nos últimos meses. No dia Mundial do Leite, que se celebra a 1 de junho, a APROLEP faz um apelo: “a produção de leite não pode ser esquecida”.

ntre maio de 2021 e maio de 2022, o preço do gasóleo agrícola aumentou 97%, o adubo 140%, o milho 77% e o bagaço de soja 45%. Tudo isto, realça a APROLEP – Associação dos Produtores de Leite de Portugal em comunicado, representou um aumento no custo de alimentação das vacas de 59% e cerca de 53% no custo total para produzir um litro de leite, segundo dados de um grupo de produtores.

No mesmo período, o preço do leite vendido aumentou apenas 23%. Muitos produtores estão a pagar mais do que 50 cêntimos por kg de ração comprada e a vender o leite a um preço médio de 40 cêntimos/ litro no continente português e 33 cêntimos nos Açores, enquanto na Holanda o preço de referência para junho atinge os 56 cêntimos / litro de leite.Nas regiões do interior e zona sul houve uma menor produção de forragem. (…).

Continue a ler o artigo em iAlimentar.

Últimas