Menos cerejas por atraso na produção leva a aumento nos preços

A experimentar

Quebras na colheita andam entre os 30% e os 50%. Agricultores esperam milhares de euros de prejuízo.

As contas dos produtores de cereja não são auspiciosas para este ano, face às quebras na produção. A qualidade é excecional, garantem. Não se prevê que os preços compensem as quebras e o aumento dos gastos na lavoura, tanto mais que são flutuantes e diferentes em cada região, mas para já estão altos, entre cinco e 12 euros por quilo. No ano passado, Portugal produziu 28 mil toneladas de cereja. Foi o melhor ano dos últimos 35.

Continue a ler o artigo em Jornal de Notícias.

Últimas