Há mais Japão na carta do Soão, em Alvalade, com novo chef ao comando

A experimentar

Mantêm-se os clássicos de sempre, mas a chegada do chef João Francisco Duarte ao Soão traz um reforço da cozinha nipónica ao restaurante pan-asiático de Alvalade, que tem nova carta e uma esplanada ampliada.

O interesse pela origem e qualidade dos produtos despertou ainda em idade precoce, dentro da mercearia e talho dos avós, onde teve primeiro contacto com enchidos, queijos de cura e frescos, fiambres e carnes, por exemplo. “O bichinho está lá desde pequeno”, recorda João Francisco Duarte, o chef natural de Santarém que é o novo líder da cozinha do Soão – Taberna Asiática, em Alvalade. “Depois, virei-me mais para o mar e para o peixe”, adianta o mesmo, com um passado onde se conta um estágio pelo estrelado Eleven e passagens pelo Arola e Midori (ambos do Penha Longa Resort, o último destes detentor de uma estrela Michelin), pela Bica do Sapato, pelo londrino Sushi Samba ou pelo já extinto Tarara, que abriu em nome próprio no bairro do Beato.

Foi em muitas destas moradas que aprimorou as técnicas das cozinhas asiáticas, que começou a absorver ainda cedo, com as viagens anuais ao Canadá, onde tem família e onde vivem grandes comunidades de chineses e coreanos. Depois, mergulhou em vídeos, livros e documentários. “Sou um autodidata”, confessa João. No Soão, aberto há quatro anos, vem trazer esse conhecimento e uma forte componente nipónica a uma carta pan-asiática onde cabem propostas também da Índia, China, Vietname, Tailândia, Indonésia e Coreia do Sul, pensadas em parceria com o sub-chef Buranet Pornthep, tailandês que já passou pelo Michelin algarvio São Gabriel.

Continue a ler o artigo em Evasões.

Últimas