Roteiro: elogio à gastronomia do Minho em dez restaurantes

A experimentar

Arroz pica no chão, Pernil no forno, Filetes de polvo com arroz de feijão, Sarrabulho, Rojões à moda de Barcelos e Pudim Abade de Priscos são alguns dos pretextos para fazer esta viagem por alguns dos melhores restaurantes do Minho

É uma das mais ricas, e diversificadas, regiões gastronómicas de Portugal. O Minho surpreende a cada prato, em cada estação, e na arte de bem receber, sempre com um sorriso e com doses generosas que fazem com que cada refeição seja única e um convite ao regresso. Pretextos não faltam para uma visita a estes dez espaços, entre muitos outros, que deve conhecer na região minhota.

A Carvalheira
Picam-se as “Favas com fumados”, as “Pataniscas de bacalhau”, o presunto de fino corte e os enchidos da terra. Sustenta-se com o “Pernil no forno”, o “Cabrito”, o “Bacalhau com broa”, o típico “Sarrabulho” e a lampreia e sável do rio Lima. Na doçaria, no restaurante A Carvalheira, servem o “Leite-creme” e o “Pudim Abade de Priscos”. Há cerca de 350 referências na garrafeira, incluindo uma seleção regional. O aquário de mariscos é meio caminho para ansiar pelas receitas de lavagante… Preço médio €25.
Rua do Eido Velho, 73, Fornelos. Tel. 258 742 316

Taberna da Benda

Taberna da Benda

Taberna da Benda
No ambiente contemporâneo desta taberna pode petiscar descontraidamente ou dedicar-se a assuntos mais sérios no que à cozinha minhota respeita. No primeiro caso, escolha as “Pataniscas”, uma das tábuas de enchidos ou queijos, baguetes e torricados. No segundo, o “Polvo à lagareiro” ou em filetes, ou a “Lula do mar gigante”. Nas carnes, aposte no “Bife à Taberna da Benda” ou no “Guloso”. Escolha a sala despojada da Taberna da Benda, em tons claros ou a luminosa varanda. Com o “Pudim de feijão tarrestre” e a “Merenda” termina em beleza. Preço médio €20.
Prozelo. Tel. 965 268 880

Adega Sabino

Adega Sabino

Continue a ler o artigo em Expresso.

Últimas