Autorização excecional para correção de rotulagem de óleos vegetais

A experimentar

Face à necessidade de substituição de ingredientes devido à situação de guerra que se vive na Europa, a DGAV (Direção Geral de Alimentação e Veterinária) autorizou a correção de rótulos dos géneros alimentícios para preservar as embalagens sem comprometer a informação aos consumidores.

Através do Despacho nº 29/G/2022 (corrigido pelo Despacho nº 30/G/2022) a DGAV autoriza os operadores da cadeia alimentar a corrigir a informação da rotulagem relativa aos ingredientes, preservando a embalagem.

Esta decisão, excecional e temporária, decorre do facto de Portugal não ser autossuficiente na produção de óleo de girassol, vastamente utilizado pela industria nacional tanto em conservas como noutros bens alimentares, e do fornecimento pela Ucrânia estar atualmente comprometido pela situação de guerra nesse país.

Continue a ler o artigo em TecnoAlimentar.

Últimas