Santa Maria da Feira oficializa programa da “Cidade Criativa da Gastronomia”

A experimentar

Programa com a chancela da UNESCO destaca gastronomia feirense e divulga as suas potencialidades.

A promoção da alimentação saudável e sustentável, a criação de um centro de estudo e difusão do património gastronómico e ainda um ciclo de residências para artistas emergentes são os principais objetivos de Santa Maria da Feira, enquanto membro da rede de “Cidades Criativa da Gastronomia”, iniciativa promovida pela UNESCO.

A informação foi avançada, esta quinta-feira à tarde, pelo vereador da Cultura e Educação, Gil Ferreira. O autarca precisou que o programa, em parceria com a Universidade do Porto (UP), irá desenvolver-se nas escolas do concelho feirense.

Já a criação do centro de estudo e difusão do património gastronómico local irá juntar-se a um documentário relacionado com a tradicional Fogaça e “outros pães doces do território”, prevendo-se, ainda, que abrange a gastronomia das Terras de Santa Maria.

Continue a ler o artigo em Jornal de Notícias.

Últimas