Restaurantes. Ossos, espinhas e tutano no Osso Bento

A experimentar

Em São Bento foi-se a carne ficou o osso… o Osso Bento. Cozinha portuguesa ao poder? O crítico gastronómico Fortunato da Câmara experimentou os principais pratos da carta

No vistoso palácio branco estarão nos próximos tempos os recém-empossados legisladores dos diversos partidos. Uma legislatura representa milhares de passos perdidos nos átrios do poder. Quem influencia quem, e o quê. Os muitos que pedem coisas, aos poucos que os atendem. Alguns são novos, mas com a velha convicção de virem a ser ossos duros de roer. Os contrapartes irão vê-los como espinhas dos ciclos regenerativos da democracia. Mesmo que se digladiem até ao tutano, que o façam com espírito republicano.

Continue a ler o artigo em Expresso.

Últimas