Benoîth Sinthon: “Cada vez faz mais sentido olhar para a sustentabilidade”

A experimentar

O restaurante Il Gallo d’Oro, com duas estrelas Michelin, no Funchal, conquistou uma das primeiras estrelas verdes atribuídas em Portugal. Para tal, muito contribuiu a aposta numa horta própria, como explica o chef Benoît Sinthon.

Na edição ibérica de 2022 do Guia Michelin, o Il Gallo d’Oro, integrado no hotel de luxo The Cliff Bay, no Funchal, viu renovadas as duas estrelas e ainda ganhou uma estrela verde, ligada à sustentabilidade. Pretexto para uma conversa com o chef francês Benoît Sinthon, empenhado em trabalhar com produtos da época, vindos da horta do grupo PortoBay, e em travar o desperdício.

Ganhar a estrela verde foi uma surpresa?
Foi, porque não estava a pensar recebê-la. Agora, pelo investimento que fizemos, já há seis anos, faz sentido, e agradecemos esta estrela, que é muito importante. Cada vez mais faz sentido olhar para a sustentabilidade, ter o melhor produto da época e poder escolher o que trabalhar.

O investimento de que fala é a horta do grupo PortoBay?
Exatamente. Contratámos dois jardineiros e depois o processo todo foi feito através do nosso diretor [António Pais], que tem paixão pela horticultura.

O chef Benoît Sinthon. (Fotografias DR)

Continue a ler o artigo em Evasões.

Últimas