Partilha: o novo restaurante de Braga é de três ex-concorrentes do Hell’s Kitchen

A experimentar

Um açoriano, um brasileiro e um aveirense entram num programa de televisão. Depois de saírem, abrem um restaurante de fine dining com ambiente informal. Nele, praticam uma cozinha de autor que deixa os sentidos alerta até ao fim.

À mesa do Partilha, uma beterraba tem várias vidas: no húmus do couvert, no sorvete de sobremesa e num cocktail. O princípio de retirar o máximo de cada produto gera simbiose entre a cozinha e o bar do Partilha, o restaurante que acaba de abrir junto à Sé de Braga. Ao comando estão três cozinheiros que participaram na segunda edição do Hell’s Kitchen Portugal.

A sala do restaurante Partilha by Mise en Place. (Fotografia: Paulo Jorge Magalhães/Global Imagens)

A zona de bar. (Fotografia: Paulo Jorge Magalhães/Global Imagens)

Esta relação cozinha/bar também transparece nos cocktails de assinatura – Água, Terra, Ar e Fogo -, pensados para harmonizar com uma seleção de pratos da carta. Na cozinha, “temos um açoriano, um brasileiro e um aveirense. Às vezes a comunicação não é fácil”, dizem os próprios. Mas as experiências e origens de cada um – Carlos Fernandes (o açoriano), Maumau Horsth (o brasileiro) e Tiago Madeira (o aveirense) – complementam-se na altura de criar pratos.

Continue a ler o artigo em Evasões.

Últimas