Os nossos restaurantes favoritos em 2021

A experimentar

Escolher os lugares que nos arrebataram na hora da mesa é sempre difícil, porque muitas mesas onde fomos felizes ficaram para trás. Porém, escolhemos entre aqueles restaurantes que nos arrebataram pela comida, espaço, serviço, histórias e por aquilo que é, afinal, a magia que supera a soma destas partes.

# Chez Gilbert | Tomar
O belga Gilbert Van Lee descobriu Tomar quando comprou uma casa em Dornes, a 15 minutos dali. Ao princípio concentrou-se na cozinha francesa, mas a pandemia obrigou-o a estender à
gastronomia grega. Lá dentro, embora o ambiente remeta para um eterno verão nas ilhas gregas, as imagens continuam a contar a história da música e do cinema franceses. Na cozinha, Gilbert vai preparando carpaccio de vieiras com foie gras, caviar e toranja, tártaro de atum de barbatana amarela com Granny Smith, foie gras e um pistácio desintegrado, ceviche de camarão jumbo com coentros, entre outras iguarias. PSL

MORADA
Rua Silva Magalhães, 45, Tomar
TELEFONE
926 143 902
HORÁRIO
Aberto de sábado a terça, das 12h00 às 15h00 e das 19 às 22h00, e sexta das 19h00 às 22h00.
CUSTO
() Preço médio por pessoa: dos 14 aos 76 euros


 

# Bairro ao Rio | Abrantes
A travessia da barragem de Castelo de Bode esconde um segredo bem guardado: o Bairro ao Rio, na Aldeia do Mato. Basta atracar o barco e percorrer o caminho a pé. Lá dentro estará Miguel Francisco, que há 7 anos decidiu apostar nesta paixão antiga pela região, e dar ao peixe do rio um lugar de destaque. O desvio impõe saborear lúcio-perca grelhado, devidamente acompanhado com migas e açorda de ovas. Há quem opte pelo mais comum achigã, ou ainda pelo naco de carne ou pela costeleta de vitela. Seja pelo que for, o restaurante conta com uma clientela fiel que ajuda a contar uma história tão intensa quanto o rio Zêzere. PSL

MORADA
Rua dos Pescadores, 5, Tomar
TELEFONE
241 849 210
HORÁRIO
Aberto das 10 às 22h30 Encerra à terça-feira
CUSTO
() Preço médio: 25 euros


 

# Kappo | Cascais
Tiago Penão sonhava abrir uma escola de surf mas hoje desafia as ondas da cozinha nipónica, à frente do Kappo, que abriu no centro cascalense, depois de um percurso em moradas Michelin (como o sueco Frantzén e o sintrense Midori). Ali, junta-se tradição e minimalismo, numa relação de proximidade entre chef e comensal, apoiada em cozidos a vapor, caldos, grelha a carvão, frituras e crus. A lógica omakase (“ficar nas mãos do chef”) impera nos menus de degustação, onde couberam este ano propostas como sapateira de Cascais com gelatina de tosazu, amêijoas de Aveiro cozinhadas em saké, ou fígado de tamboril com wasabi fresco. Imperdível é a lula gigante dos Açores em sashimi. NC

Tiago Penão, do Kappo. (Fotografia: DR)

MORADA
Avenida Emídio Navarro, 23A, Cascais
TELEFONE
214844122
HORÁRIO
Das 12h30 às 15h30 e das 19h30 às 22h30. Encerra domingo e segunda.
CUSTO
() Preço: menus de degustação a 50 e 90 euros, sem vinhos.


 

# Midori | Sintra
A cozinha e a técnica podem ser japonesas, mas a alma do Midori será sempre portuguesa. É deste equilíbrio que vive o restaurante liderado por Pedro Almeida, detentor de uma estrela Michelin. A visita da Evasões, após a reabertura do espaço, no verão, coincidiu com a prova de novas e clássicas propostas, fiéis à ótica kaiseki (fine dining japonês assente no produto da estação), como a sopa de miso de bacalhau com coentros, do carabineiro curado com puré de cenoura algarvia, da couve dengaku com pilpil de bacalhau ou dos niguiri, onde brilham gamba riscada, lula, atum, toro e cogumelos. A vista não fica aquém do que chega à mesa, de olhos postos nos jardins do Penha Longa e na Serra de Sintra. NC

Midori (Fotografia: Martin James)

MORADA
Penha Longa Resort, Estrada da Lagoa Azul (Sintra)
TELEFONE
219249094
HORÁRIO
Das 19h30 às 23h. Encerra domingo e segunda.
CUSTO
(€€€) Preço: menus de degustação desde 115 euros, sem vinhos.


Continue a ler o artigo em Evasões.

Últimas