Um Natal unido contra o desperdício

A experimentar

Para esta quadra de Natal Justa Nobre e Henrique Sá Pessoa reinventaram o Bolo Rei com o objetivo de combater o desperdício

Na quadra de Natal, dita a tradição ter mesas fartas com doces e pratos típicos desta época, o que provoca inevitavelmente sobras e desperdício. Este ano, o Movimento Unidos Contra o Desperdício quebra essa tradição e desafia todos os portugueses a unirem-se em torno desta causa e evitar as sobras das ceias de Natal ou reinventando o seu aproveitamento para que nada acabe no lixo

“Um Natal Unidos Contra o Desperdício” é o mote da Campanha que alerta os portugueses para o grande desperdício que há sempre nesta época festiva. Para esta campanha, o Movimento contou com o apoio do Centro Colombo e de dois Chefs Portugueses – Justa Nobre e Henrique Sá Pessoa – que assinam duas receitas de um Bolo Rei muito particular, já que lhe foi retirado 1/3, simbolizando a quantidade de alimentos que, segundo as estatísticas, vão para o lixo.

No âmbito da campanha, com ampla visibilidade no site www.unidoscontraodesperdicio.pt são também partilhadas receitas zero desperdício de cada um dos Chefs para ajudar os portugueses a reinventar as sobras da ceia de Natal: bolinhos “Fim das Festas”, Brás de Aparas de Perú e Empadão de Bacalhau, são as sugestões de Justa Nobre; pelo seu lado, Henrique Sá Pessoa sugere Arroz de Polvo e Roupa Velha.

“Combater o desperdício é uma missão que toca a todos. Esta campanha pretende precisamente alertar os portugueses para o desperdício que acontece nestes dias de festa e sensibilizar para que invertam esta situação e aproveitem as sobras para que nada seja desperdiçado”, afirma o Coordenador Executivo do Movimento, Francisco Mello e Castro, apelando para que os portugueses se juntem às redes sociais do Movimento e usem #umnatalunidocontraodesperdicio.

O artigo foi publicado em Unidos Contra o Desperdício.

Últimas