Rota do Cozido Barrosão vai andar pelo país durante os próximos meses

A experimentar

A primeira paragem da Grande Rota do Cozido Barrosão faz-se no restaurante No Tacho, em Coimbra, de 5 a 9 de janeiro, e as reservas já estão abertas.

Durante os próximos meses, diversos restaurantes pelo país vão receber a Grande Rota do Cozido Barrosão, numa iniciativa promovida pelos chefs António Dias e Vítor de Oliveira, dois defensores da gastronomia local. A primeira paragem faz-se no restaurante No Tacho, em Coimbra – onde Vítor de Oliveira exerce o cargo de chef-executivo – de 5 a 9 de janeiro, ao almoço e ao jantar, e as reservas já estão abertas.

A refeição tem o valor de 30 euros por pessoa, e inclui, de amouse-bouche, uma bolinha de fumeiro, alheira fumada e geleia de marmelo como entrada, uma rabanada de vinho do porto para terminar, e claro, o cozido barrosão. Este prato, tido como representante da genuína cozinha das Terras de Barroso – Boticas e Montalegre – é confecionado com diversas carnes fumadas, entre elas: cabeça (de porco), barriga, pé e pernil, chouriço de abóbora, salpicão entremeado, sangueira, e farinhota.

Continue a ler o artigo em Evasões.

Últimas