Padaria da Né: pastéis de nata premiados em casa familiar da Damaia

A experimentar

A vitória no concurso Melhor Pastel de Nata de Lisboa 2021 levou a Padaria da Né, na Damaia, a passar dos 600 aos 5000 pastéis por dia. O segredo é simples: o “empenho” da equipa, liderada por mãe e filho.

Um dia depois de vencerem o concurso Melhor Pastel de Nata de Lisboa 2021, de 600 pastéis de nata por dia, passaram a vender cinco mil. A curiosidade aguçou, ao ponto de formar filas de espera à porta desta casa familiar, na Damaia, mas a Padaria da Né já tinha o público do seu bairro bem fidelizado. É assim há seis anos, desde que Noémia Rainho e Hélio Esteves, mãe e filho, se mudaram de Mafra, de onde são e onde já tinham uma padaria, para esta morada. A transição trouxe uma maior aposta na pastelaria e com esta chegaram os pastéis de nata. O segredo? É simples. “É o empenho e amor de toda a equipa”, explica Hélio, que desde criança cresceu envolto no mundo das farinhas e do pão. “Sou quase padeiro de nascença”, brinca o confesso autodidata.

Continue a ler o artigo em Evasões.

Últimas